Margarida — Tudo Sobre as Famosas e Românticas Margaridas

Margarida — Tudo Sobre as Famosas e Românticas Margaridas

o amarelo do botão central e o branco das pétalas. A espécie recebe o nome científico de Chrysanthemum leucanthemum, porém também é conhecida pelos nomes populares como bem-me-quer, bonina, olho-de-boi, além de ser ser chamada de crisântemo. A flor tem origem européia e surpreende pelo seu fácil cultivo e é constantemente utilizada para decorar ambientes.

Quer saber mais sobre essa espécie tão especial? Confira este artigo completo!

Significado das Margaridas

A Margarida é uma flor que carrega, além da beleza encantadora, muitos significados valiosos como a inocência, pureza, paz, bondade, afeto e sensibilidade. O nome da espécie vem do latim e significa pérola.

Já na língua inglesa, a nomenclatura “Daisy” significa “day’s eye”, ou seja, traduzindo para o português, o termo representa “olho do dia”. Esse fato faz bastante sentido, já que durante a noite as margaridas costumam se fechar e se abrem ao nascer do sol. Incrível, não?

Há tempo atrás, as margaridas eram consideradas as flores das donzelas, principalmente por isso, a espécie ganhou os significados que carrega até hoje. Simbolizando simplicidade, inocência e pureza.

Cuidados com as Margaridas

Devido à aparente fragilidade, pode parecer que a margarida demanda muitos cuidados especiais. No entanto, pelo contrário, a flor apresenta fácil cultivo. Por ser uma planta do campo, não são necessários cuidados específicos para o bom desenvolvimento dessas flores. Por isso, podem ser cultivadas em diversos tipos de solo, secos ou úmidos. Porém em regiões com muita umidade apresentam dificuldades para germinarem.

As flores da margarida costumam se desenvolver duas vezes ao ano, durante o verão e no outono. A espécie gosta de receber incidência solar ao menos durante parte do dia, porém não consegue se desenvolver bem em ambientes com baixas temperaturas. Em relação à rega, a margarida deve ser regada uma vez ao dia, porém é importante ter atenção para que o solo não fique encharcado, fato que propicia o desenvolvimento de fungos.

Curiosidades das Margaridas

As margaridas apresentam diversas peculiaridades desconhecidas por muitas pessoas. Por exemplo, muitos remédios já foram produzidos utilizando as propriedades medicinais da flor. Na antiguidade, eram fabricados medicamentos para tratar problemas nos olhos. Na Inglaterra, a margarida já foi utilizadas para realizar a limpeza de ferimentos e auxiliar no tratamento da febre.

Atualmente, é possível aproveitar as pétalas e folhas das margaridas para fazer chás. A bebida é ótima para o tratamento de bronquite. Além disso, possui propriedade diurética e adstringente, portanto, é uma ótimo auxiliador para o alívio de dores causadas por úlceras, cólicas e diversos outros problemas digestivos.

Agora que você já conhece a  margarida, confira também mais sobre as Gérberas! Aproveite para continuar conferindo o blog da Uniflores e encontrar lindos arranjos em nosso site!

4 Melhores Flores Para Eventos

4 Melhores Flores Para Eventos

Quer saber como decorar e escolher as melhores flores para eventos? No artigo de hoje, vamos oferecer algumas dicas para ajudar a criar lindas composições, além de escolher as espécies perfeitas para deixar qualquer decoração impecável. Confira!

Saiba como escolher flores para eventos

Na hora de escolher os arranjos e montar as composições perfeitas para decorar eventos, é importante levar alguns aspectos em consideração. Como por exemplo, o tipo de ocasião, se é um casamento, uma formatura ou uma confraternização mais simples.

1.Flores para casamentos

Sem dúvidas, os casamentos são tipos de eventos que pedem por uma decoração mais caprichada. Independentemente do estilo, mesmo quando a cerimônia é mais simples, as flores que compõem o buquê da noiva também formam painéis e decoram todo o ambiente.

Para celebrar o amor, rosas, astromélias, lírios, gérberas, girassóis são ótimas opções de flores para eventos, principalmente, casamentos.

2.Flores para formaturas

Sem dúvidas, os casamentos são tipos de eventos que pedem por uma decoração mais caprichada. Independentemente do estilo, mesmo quando a cerimônia é mais simples, as flores que compõem o buquê da noiva também formam painéis e decoram todo o ambiente.

Para celebrar o amor, rosas, astromélias, lírios, gérberas, girassóis são ótimas opções de flores para eventos, principalmente, casamentos.

3.Flores para aniversários e outras ocasiões

Festas de aniversário, normalmente, são eventos mais intimistas. Na maioria das vezes o ambiente é menor e montado para uma quantidade menor de convidados. Para esse tipo de evento, as melhores escolhas são arranjos com detalhes simples. Espécies de flores pequenas como violetas, margaridas, astromélias e cravos são boas opções para decorar e fornecer um toque único e especial ao ambiente.

Se forem outras ocasiões, não necessariamente aniversários, mas que tenham também características intimistas, uma das formas mais de tornar o ambiente mais aconchegante é escolher flores que transmitem bons sentimentos. As gérberas, por exemplo, são famosas pelas diversas tonalidades. As rosas representam o amor e as girassóis brindam a felicidade e boas energias.

Gostou das nossas dicas para escolher flores para eventos e decorar? Comente e compartilhe! Aproveite e confira todas as opções disponíveis na Uniflores!

Violetas — Conheça Mais Sobre a Flor e Como Cuidar

Violetas — Conheça Mais Sobre a Flor e Como Cuidar

As violetas são flores super conhecidas e queridas entre os cultivadores e pessoas em geral. Ao contrário do possa parecer, a espécie não é apenas encontrada com a tonalidade arroxeada, é possível achá-las  em cor-de-rosa, branco e bicolor.

Com uma beleza delicada e única, a espécie é cultivada no Brasil e suas pequenas flores são fáceis de cuidar, por isso, caso receba a atenção necessário, as violetas duram por bastante tempo.

Quer conhecer um pouco mais dessa flor e aprender a cuidar? Este artigo é para você!

Características das violetas

As violetas são flores que carregam um forte significado, por isso, são excelentes opções para presentear alguém especial. Afinal, a espécie são símbolo da lealdade e conseguem transmitir bons sentimentos.

Os próprios gregos antigos visualizam as violetas como marcas da fertilidade e amor, prova disso é que, sendo lendas, esses povos utilizavam as flores como ingredientes para criar poções para atrair casais apaixonados.

Além da representatividade mística, as violetas também foram utilizadas com papel medicinal. No século XIX, a espécie foi usada para homeopatia em tratamentos de problemas como sinusite e reumatismo.

Cuidados com violetas

Apesar das violetas serem flores fáceis de serem cuidadas, existem alguns fatores essenciais para manter a espécie sempre bonita e vistosa. Selecionamos algumas dicas para auxiliar na tarefa:

Rega

A frequência das regas é relativa, é importante destacar que vai depender da temperatura ambiente em que as violetas estão sendo cultivadas. Em regiões mais quentes, é importante a constância deverá ser maior em relação aos ambientes mais frios.

No verão, a rega deve ser feita logo no início da manhã ou ao fim da tarde — esse fato pode ser explicado devido a evaporação da água. Ao meio dia, o sol estará mais quente e a umidade corre o risco de ter perdida mais rápido.

No inverno, com a temperatura mais amena, é necessário atenção para que a quantidade de água não seja excessiva e gere o apodrecimentos das raízes.

Iluminação

Um ponto de atenção em relação às violetas é a luz, essa espécie se desenvolve melhor em ambiente iluminados. Por isso, caso o cultivo for feito em ambientes externos, o ideal é mantê-las em locais onde a luz solar consegue chegar. Uma dica é observar a coloração das flores, se estiverem pálidas pode ser que precisem receber maior quantidade de iluminação natural.

Adubo

Para manter a flor saudável e fazê-la sempre florescer, é importante prestar atenção ao adubo. É necessário realizar o processo por cerca de três a quatro vezes ao ano. A dica é utilizar o NPK 1010110.

Dicas extras

  • ao regar as violetas não molhe as flores e folhas, deixe a água cair apenas na terra;
  • opte por regar a espécie uma vez ao dia, porém sempre observe e sinta a umidade da terra. Se estiver ainda úmida, não há necessidade de regar;

Agora que você já conhece um pouco mais sobre as violetas e sabe como cuidá-las, aproveite para conferir outros conteúdos em nosso blog e conferir os lindos arranjos com a espécie na Uniflores!

Conheça 4 Tipos de Plantas Silvestres

Conheça 4 Tipos de Plantas Silvestres

As plantas silvestres são popularmente conhecidas como “mato”— ou seja, na maioria das vezes não representam nenhum valor comercial. Porém, ao contrário do possa parecer, esse tipo de espécie pode apresentar diversos benefícios para o homem, apresentando diversas propriedades medicinais.

Muitas não são consumidas ou utilizadas por falta de conhecimento da população. Que tal conhecer algumas variedades e experimentar consumir? Confira a lista que criamos!

O que são plantas silvestres?

Como foi dito, as plantas silvestres costumam ser, genericamente, nomeadas como matos. As espécies nascem, crescem e se reproduzem de maneira espontânea — não dependendo do cultivo realizado pelo homem. Esse tipo de planta, na maioria das vezes, não possui um valor comercial definido e pode interferir ou não no desenvolvimento de outras culturas.

Para o caso de influenciaram na formação de outras espécies, as plantas silvestres são denominadas ervas daninhas. Dependendo do local em que são fixadas, a plantas podem receber diferentes classificações, porém, o que se sabe é que inúmeras espécies podem ser utilizadas em diferentes aplicações, e ainda apresentam propriedades nutricionais.

Veja alguns exemplos:

1.Azedinha

Sabe a famosa folha de trevo? A planta é comestível e pode ser consumida tanto crua como cozida. O interessante é que a espécie apresenta um grande poder antioxidante e ainda pode ser utilizada como um corante natural.

2. Caruru

A folha da planta popularmente conhecida como caruru pode ser consumida refogada. A espécie fornece ótimos índices de vitaminas A, B1, B2, B6, C e E. Sem contar que a espécie é uma excelente fonte de fibra e cálcio.

3. Trançagem

A Plantago major, popularmente conhecida como Plantago Major, pode ter as folhas consumidas em saladas e refogados. A espécie é medicinal, e proporciona ótimos alívios para infecções estomacais, quando consumida em forma de chá, e para a pele, principalmente na melhora de feridas, picadas e acne.

4. Serrinha

A Emilia fosbergii Nicolson, conhecida como Serrinha, é outra espécie que pode ser consumida. A planta silvestre pode ser utilizada saladas, sucos e diversos pratos da culinária tradicional. Além disso, a planta é uma ótima aliviadora de infecções urinárias.

Gostou deste artigo? As plantas silvestres são espécies surpreendentes, não é mesmo? Aproveite e continue navegando pelo nosso blog e confira a seleção de produtos na Uniflores!

Aprenda Como Cuidar de Azaleia

Aprenda Como Cuidar de Azaleia

A azaleia é uma espécie famosa por sua graciosidade e delicadeza. A flor tem origem no continente asiático, principalmente na China e no Japão. Mesmo não sendo naturais das terras brasileiras, as azaleias ganharam o gosto dos brasileiros, além de terem se adaptado bem ao clima local. Em São Paulo, a flor é considerada um símbolo da cidade e pode ser encontrada em diversas regiões do município.

Quer saber mais sobre essa linda espécie? Confira este artigo completo!

Característica da Azaleia

Como é visível, as azaleias são belíssimas flores e que encantam não só pela beleza,como também pela grande facilidade de cultivo. A espécie pode ser encontrada em variadas cores, porém, naturalmente, costumam ser encontradas nas cores rosa, roxo e branco. Normalmente, flor costuma florescer durante o inverno, no Brasil, entre os meses de abril e junho, portanto, é reconhecida como a rainha do inverno.

Um dos fatores que mais chama atenção é a facilidade da espécie se adaptar a diferentes climas e variados tipos de solo. Além disso, a espécie não apresenta muitos problemas em relação à exposição solar, podendo permanecer exposta ou à meia sombra. A facilidade de adaptação permite que a azaleia como um artigo de decoração para ambientes fechados, como também para florir belos jardins.

Dicas para cuidados com as azaleias

Apesar de ser uma espécie super adaptável a diferentes climas e solos, para manter as azaleias saudáveis e vistosas, é importante considerar alguns fatores, como:

Plantio

Em relação ao cultivo da flor, o período mais adequado é durante o outono, pois assim será possível observar uma floração mais intensa. Para conseguir bons resultados, é importante realizar a mistura de terra, areia e compostos orgânicos.

Regas

Para a manter as azaleias saudáveis, é importante reconhecer quando existir a necessidade de regas. No entanto, a frequência, normalmente, vai depender de onde as flores estão fixadas, caso estiverem no jardim, a regagem deverá ser realizada duas vezes por semana.

No caso de estarem posicionadas em vasos, a rega deve ocorrer todos os dias. Porém é válido lembrar da importância de não deixar que o substrato fica encharcado, lembre-se também de não molhar as pétalas.

Luminosidade

Com relação a iluminação, o ideal é que as azaleias tenham contato com a luz solar pelo menos durante algumas horas do dia. Se as flores estiverem fixadas em um jarro, em um ambiente fechado, é importante a exposição solar de cerca de quatro horas diárias.

Gostou deste artigo? A azaleia é uma flor incrível, não é mesmo? Na China, a espécie é símbolo da feminilidade e elegância. Portanto, é uma bela opção para presentear! Aproveite e confira todas as opções disponíveis na Uniflores!

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com