As begônias são lindas flores de origem da América Tropical, sendo muito utilizadas para ornamentar e embelezar diversos tipos de ambientes. A espécie chama muito atenção pela beleza e pela delicadeza. Por isso, é muito querida e utilizada constantemente como um artigo de decoração.

A espécie pode ser encontradas em diversas tonalidades, porém é mais comum encontrá-las nas cores cor-de-rosa, branca, amarela, vermelha e laranja.  Para você conhecer um pouco mais sobre essa flor encantadora begônias. Confira e aprenda como cultivá-las da melhor maneira!

O significado da begônia

A delicadeza das begônias carregam múltiplos e marcantes significados, como, por exemplo, jovialidade e fertilidade. A flor é uma ótima opção para presentear alguém especial, principalmente quando o objetivo é demonstrar uma amor verdadeiro entre amantes. A espécie demonstra o carinho e admiração, portanto, é uma ótima forma de homenagear.

Além desses significados, a begônia também está associada a sentimentos como a delicadeza, inocência, cordialidade e inocência. Portanto, é uma flor que carrega consigo ótimas energias e bons fluidos para a nossa vida.

Dicas de cultivo das begônias

Para quem pretende cultivar e manter a flor saudável, é importante prestar atenção em alguns detalhes, principalmente em relação à temperatura de cultivo. Por serem flores tipicamente tropicais, as begônias apresentam um bom desenvolvimento quando expostas a climas entre 20 e 28 graus.

Caso o desejo seja cultivá-las em casa, tenha a preocupação de não posicionar a flor em um ambiente climatizado e com pouca incidência de luz. Devido à fragilidade natural, a espécie não é muito resistente quando ocorrem mudanças climáticas bruscas.

Em relação às regas, o ideal é que sejam realizadas com um certo espaçamento de tempo, como de quatro em quatro dias, por exemplo. Essa regra deve ser seguida, pois as begônias não conseguem se manter saudáveis diante do excesso de água. É importante ressaltar que a hidratação deve ser realizada diretamente na terra, sem molhar as folhas e folhagens.

Na hora de escolher o local ideal para cultivar as begônias, é importante considerar a necessidade de luz solar. O ideal é a planta receba luz pela manhã ou ao final da tarde. Em relação ao solo, o ideal é que apresenta baixo PH e para torná-lo ainda mais produtivo, uma dica é realizar uma composição entre areia, terra, húmus e esterco.

Curiosidades sobre as begônias

Sabia que existem inúmeros tipos de begônias? Estimativas apontam que podem existir mais de 1000 espécies diferentes. Incrível, não? O mais interessante é que, ao contrário de muitas outras espécies, a espécie floresce durante todo o ano. O florescimento se inicia após três ou quatro meses após o plantio.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre os begônias, aproveite para conferir mais sobre os cravos! Confira também outros conteúdos em nosso blog e os lindos arranjos disponíveis na Uniflores!